sexta-feira, 4 de agosto de 2017

O Brasil não suportará mais tempo ao governo Temer/Aécio!


Nesta sexta, 04/08, o comandante do Exército, General Villas Boas, foi taxativo: "o contingenciamento está paralisando as ações estratégicas da força terrestre".

Não é só o Exército brasileiro que está morrendo de inanição!


Toda a estrutura de pesquisa científica está sufocada e as bolsas CNPq estão na iminência de serem suspensas. As universidades e os institutos federais não têm verba de custeio. O SUS está sob ameaça de corte e diminuição de tamanho. Sem contar a paralisia em outros setores estratégicos da máquina pública, como a própria PF, que com Lula e Dilma receberam recursos e autonomia operacional e agora morrem à míngua no governo Temer/Aécio.

Desde que assumiram o poder através de um golpe, a dupla transformou o país em um caos: déficit de 160 bilhões, 15 milhões de desempregados, aumento de impostos sobre o trabalhador, cassação de direitos trabalhistas e ameaça de acabar com a aposentadoria pública.

Enquanto dois dos prepostos desse governo, Meirelles e Parente, tratam de garantir os interesses dos mais ricos e do capital internacional, entregando as jazidas do pré sal e sugando as forças produtivas do país, Temer e Aécio torram 15 bilhões com deputados para escaparem das investigações garantirem sua impunidade diante de graves denúncias de corrupção.

E é sempre importante lembrar que as forças que hoje tentam combater Temer e Aécio, como a Globo, por exemplo, há pouco tempo estavam de mãos dadas em um golpe contra o mandato de uma Presidente honesta liderado por um gangster como Eduardo Cunha.

Todos são responsáveis pelo caos atual. Inclusive a Lava Jato, seletiva e partidária, cujo único objetivo é aniquilar Lula e tirá-lo da vida pública.

O Brasil real, que cresceu e se consolidou nos últimos treze anos, cuja juventude deseja estudar, cujas minorias desejam direitos, cujo mercado interno quer prosperar e se aperfeiçoar, não suportará por muito mais tempo essa situação.

Nessa conjuntura, torna-se cada vez mais importante o diálogo das forças nacionais em torno de um resgate do projeto nacional. As forças do atraso, cada vez mais, operam para desmerecer ou até impedir as eleições de 2018, pois sabem que não terão chances de vitória.

É momento de intensificar as ações de rua, as mobilizações em defesa da democracia e o apoio ao ex-Presidente Lula, seja contra os desmandos da Lava Jato, seja em sua decisão de percorrer o Brasil dialogando com o povo.

A luta contra o golpe está apenas começando.

Blog O Calçadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário