domingo, 30 de abril de 2017

Dilma entrará digna, como sempre foi, para a História!


Eu não escondo: admiro e defendo essa mulher!

Lula lidera todas com viés de alta. Ciro é viável. A esquerda pode ter hoje mais da metade do eleitorado no Brasil


Até na pesquisa do Datafolha Lula aparece em excelentes condições para a eleição de 2018 (ou antes, se ela for antecipada).

Lula aparece com viés de alta em todos os levantamentos, inclusive quando 'perde' para Marina e Moro (invenção da Folha para polemizar). Sinal de que a candidatura do ex-Presidente é, hoje, praticamente imbatível, mesmo considerando todo o arsenal despejado contra ele pela dobradinha mídia-Lava Jato.

SEMINÁRIO CAMINHOS "Regularização Fundiária"

Segundo afirmação oficial da administração, Ribeirão Preto chega em 2017 com 96 assentamentos urbanos.

Os dados oficiais apontam uma tendência preocupante: em 2015 eram 42, saltou em 2016 para 50 e agora no final de abril 2017 já são 96 assentamentos urbanos em Ribeirão Preto. Estes dados mostram que alguma coisa está acontecendo e é necessário tratar do assunto com seriedade, lucidez e propostas concretas.

A solução adotada pelos órgão públicos de judicializar e pedir a reintegração de posse não ataca o problema com franqueza e amplia o conflito social.

Neste sentido o SEMINÁRIO CAMINHOS – Regularização Fundiária, quer provocar um olhar consciente e responsável para o tema, buscar conhecer com profundidade aos vários aspectos a aplicação da lei e encontrar caminhos e alternativas para uma cidade socialmente justa.

Definição

sábado, 29 de abril de 2017

O que é o Blog O Calçadão? Principais perguntas e respostas. Venham nos conhecer!


Há pouco mais de 2 anos, em dezembro de 2014, entrava no ar o blog O Calçadão. Sua criação foi fruto da amizade e da vontade de seis amigos de levar às pessoas, em um só canal de comunicação, as ideias individuais que cada um divulgava em suas redes sociais.

Greve Geral: Ricardo Oliveira dá o recado.

Na rodoviária central, sindicalista Ricardo Oliveira fala à população
Foto: Filipe Peres.

Ontem, em Ribeirão Preto, na Rodoviária Central, no último ato da Greve Geral, no entardecer, Ricardo Oliveira, Secretário de Relações de Trabalho no SUS do Sindsaúde, realizou o discurso mais claro de todo o dia. Se não teve o público de 6 mil pessoas presentes na Esplanada, um fato importante aconteceu: passantes começaram a parar para ouvi-lo. Foi histórico. 

O dia de greve que parou Ribeirão Preto! No campo e na cidade!


O dia 28 nem bem havia amanhecido e os trabalhadores do campo já iniciavam o dia de greve geral com um trancaço da rodovia Alexandre Balbo, em frente da ocupação da antiga usina Galo Bravo, uma propriedade devedora do governo Federal e que o MST pleiteia como área de reforma agrária.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

SOBRE OS VAGABUNDOS



Neste dia 28 de abril, vagabundos de todo o Brasil participam da greve geral em protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária.

Ainda bem que existem vagabundos para defender os seus direitos. E, claro, os meus também. Afinal, os vagabundos tiveram papel importante na construção dos direitos em todo o mundo.

Foram vagabundos que, com as greves do início dos anos 80, forçaram os grandes empresários a apoiar a luta pela volta da democracia, pondo fim a uma ditadura de 20 anos.

Eram também vagabundos aqueles hippies que iniciaram uma revolução cultural nos anos 60 e culminaram na emancipação feminina e no respeito ao direito das minorias.

Naquela época, lá nos Estados Unidos, um pastor vagabundo liderou milhares de outros vagabundos pelo reconhecimento dos direitos dos negros e pelo fim do apartheid naquele país.

Por falar em apartheid, quem não se lembra do vagabundo que ficou preso na África do Sul por quase toda sua vida e que acabou derrubando um regime racista com suas greves e boicotes a produtos produzidos pelos brancos?

Foram também vagabundos que, no início do século XX, iniciaram uma onda de manifestações na Europa e na América pelo reconhecimento dos direitos trabalhistas e pela redução da jornada de trabalho.

Assim como as vagabundas que foram queimadas em uma fábrica norte-americana chamaram a atenção do mundo para a equiparação dos direitos femininos àqueles dos homens. Foi em um 8 de março, mais tarde reconhecido como dia internacional da mulher.

Se eu fosse lembrar de todos os vagabundos que lutaram e perderam a vida para que eu e você tivéssemos uma vida melhor, não bastaria um textão na internet. Eu precisaria escrever uma enciclopédia.

Portanto, termino com uma pequena frase: ainda bem que existem os vagabundos!

Texto: Simone Ross

Milhares vão às ruas em Ribeirão Preto! Cidade parou na greve geral!

Foto: Luiz Henrique (CUT)

Assim como em milhares de medias e grandes cidades do país neste 28 de abril, Ribeirão Preto amanheceu com o transporte coletivo paralisado por causa do movimento de greve geral chamado pelas centrais sindicais contra as propostas de reformas trabalhista e da previdência do desgoverno Temer.


No centro da cidade, na Esplanada do Theatro Pedro II, mais de 5 mil manifestantes se concentraram para gritar contra as retiradas de direitos propostas pelo governo ilegítimo e rejeitado por 96% da população.

Ribeirão Preto se irmanou neste movimento que bombou no Brasil inteiro.

Este é o dia em que o Brasil começa a confrontar o golpe. Golpe que levou ao poder um governo sem voto e comprometido com as pautas do capital rentista e que tem levado à frente, junto de um Congresso imoral, uma agenda de retiradas de direitos históricos dos trabalhadores.

A unidade popular vai barrar as reformas e vai apontar que o único caminho para o país é o retorno à democracia, com eleições diretas, já!

O caminho eleitoral é o único que poderá fazer a crise ser superada e fazer com que o país debata e escolha um projeto que realmente interesse às gerações futuras.

Não percam no final do dia a cobertura completa da greve, que continua!

Blog O Calçadão

NESTE DIA DE GREVE GERAL, MST para rodovia Alexandre Balbo

MST para Rod. Alexandre Balbo, em Ribeirão Preto
Fotos: Filipe Peres


Em apoio aos trabalhadores rurais e urbanos contra as reformas trabalhista, da Previdência e a MP 759, o MST para, neste exato momento, a Rodovia Alexandre Balbo, km 333, altura da antiga usina Galo Bravo, ocupada, atualmente, pelo movimento.

Greve Geral para barrar a reforma da previdência e trabalhista de Temer


A Frente Brasil Popular junto com o Comitê Unificado de Ribeirão Preto, convida você a somar-se para construir a grande greve geral, no dia 28 de abril contra a reforma da previdência, trabalhista e a terceirização.

O presidente ilegítimo Michel Temer e seus comparsas querem que o trabalhador pobre pague a fatura da crise e só há um jeito de parar isso: com paralisações, mobilizações e atos unificados do conjunto dos trabalhadores brasileiros.

As reformas significam acabar com a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) fazendo com que não exista mais direitos básicos como a jornada de trabalho e salário mínimo. Além disso, a aposentadoria ficará cada vez mais distante e a previdência social será desmontada.

Vem com gente. Construa a greve geral no seu local de trabalho. Participe das atividades.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Poema informativo


Foto: Filipe Peres

Esclarecimento sobre o jogo Baleia Azul:

Chora. Depois
vamos conversar
sem decapitação, empalamentos ou crucificação.

Eu sei. Dói muito.

Não lhe arrancarei os olhos.
Sem culpas ou prisões
brotaremos.

O resto é desinformação.
Criminosos se aproveitando da situação.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Padre Estevão - Lança terceiro CD “OBRIGADO A VOCÊS”

 "Dedico este terceiro CD a todos que me incentivaram e me inspiraram na composição desta pequena obra. 

Agradeço aos músicos que, com seu talento e dedicação, realizaram as gravações.

Agradeço a Deus Pai Criador,
Que, com o sopro do seu divino amor,
Continua empurrando as pessoas
A sonhar, esperançar e construir,
Aqui e agora, um mundo justo,
igualitário e solidário."

Padre Estevão

Padre Etienne Remi Bruyland, 
mais conhecido como Padre Estevão chegou da Bélgica há 50 anos adotou nossa cidade para fazer um dos mais belos trabalhos de resgate a família através do Núcleo Comunitário Futuro Aberto onde construiu e desenvolveu com voluntários um espaço de cidadania e valorização do ser humano.
Atendendo em média cerca de 30 crianças e 20 adolescentes através de: Apoio pedagógico, Biblioteca, artesanato com sucatas, bordado, pinturas, capoeira, computação, projetos “Sopa de Letrinhas” e “Educar Através da Arte”, fortalecimento de vínculos com as famílias dos atendidos, além de duas saudáveis e nutritivas refeições. 
Vigário na Paróquia Senhor Bom Jesus da Lapa onde desenvolve toda parte musical e litúrgica de toda a forania através do Povo Canta... E nesta semana nos brinda com um maravilhoso CD onde traz letras intensas para reflexão com uma musicalidade  emocionante.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Dia 28 é greve geral. Todos para o ato na Esplanada do Pedro II.

Neste dia 28 o Brasil vai parar em greve geral contra as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

Cada vez mais categorias profissionais aderem à paralisação.

O desgoverno Temer tem causado graves estragos à economia nacional e ao emprego e direitos do povo trabalhador.

Um governo com mais de 90% de rejeição popular quer impôr a retiradas de direitos do trabalhador.

Mais de 85% da população rejeita as propostas de reformas.

Agora é greve geral, derrotar as reformas de Temer e o próprio governo Temer.

Resgatar a democracia com eleições gerais!

O povo não aceita perder seus direitos e quer diretas, já!

Blog O Calçadão, presente!

domingo, 23 de abril de 2017

Abril Vermelho : MST realiza ato em defesa da luta pela terra na ocupação da antiga usina Galo Bravo!


Fotos Filipe Peres

Neste sábado o blog O Calçadão esteve presente na ocupação da fazenda Galo Bravo, feita pelo MST de Ribeirão Preto para exigir que a área seja destinada para a reforma agrária.

MOHAS protocola na Caixa o projeto Vargem Alegre, em Igarapava! A luta por moradia continua!

Projeto Vargem Alegre é novamente protocolado na Caixa

Esta é segunda vez que o projeto “Vargem Alegre” é protocolado na Caixa Econômica Federal. A primeira vez em 2016, chegou a ser selecionado pelo Ministério das Cidades e publicado no diário Oficial da União no inicio do ano. Houve negativa do aporte financeiro do governo do Estado de São Paulo ao projeto impossibilitando a realização do Empreendimento.

Movimento Livre protocola primeiro projeto Minha Casa Minha Vida Entidades de Ribeirão Preto!

Agora só depende do governo


O Movimento Livre Nova Ribeirão, protocolou nesta quinta-feira dia 20 o primeiro projeto Minha Casa Minha Vida Entidades de Ribeirão Preto.

O projeto passará pela análise técnica da Caixa Econômica Federal e depois vai para o Ministério das Cidades onde “disputará” com outros projetos do Brasil a seleção e possível contratação.  O governo federal anunciou a contratação de 35.000 unidades ainda este ano.

Por que o artigo que protege o Aquífero Guarani virou um impasse para a aprovação do Plano Diretor?


A votação do novo Plano Diretor de Ribeirão Preto, que irá planejar e ordenar o crescimento do município pelos próximos 10 anos, está emperrada na Câmara Municipal desde 2015.

Nos 21 dias de greve os servidores públicos mostraram sua resistência e saíram vitoriosos!

Nos 21 dias de greve os servidores mostraram que estão dispostos a resistir a qualquer tentativa de retirada de direitos ou de jogarem a opinião pública contra eles.

Os servidores foram heróis.


Relato da greve e opinião do blog

A greve começou a ser construída no dia 25 de março quando, após Nogueira se negar a dar qualquer tipo de reajuste aos servidores municipais estes anunciaram que em um prazo de 72 horas iniciariam a paralisação geral dos serviços.

O Brasil na encruzilhada: ou resgata a democracia ou compromete seu futuro!


O golpe de 2016 mostrou uma realidade: o acordo político firmado na transição entre a ditadura militar e a redemocratização, que desaguou na Constituição de 1988, chegou ao fim.

"A mídia não quer saber quem é o grande banqueiro citado por Palocci", Ciro Gomes


A pergunta é: além da mídia, a República de Curitiba está interessada em buscar trazer o sistema financeiro e o próprio judiciário para a Lava Jato?

Reportagem do Brasil 247

O ex-governador do Ceará e presidenciável Ciro Gomes destacou, durante uma palestra, que a mídia não quis saber quem é o grande banqueiro citado pelo ex-ministro Antonio Palocci durante seu depoimento ao juiz Sergio Moro, na última quinta-feira 20.

Fala, Presidenta: " A Globo tem sido uma arma contra nossa democracia!"

De maneira equivocada a Presidenta Dilma quase nunca atacou a Globo de forma direta. Pelo contrário. Até mesmo o debate em torno da necessidade de uma lei de mídia foi algo que nunca fez parte do discurso da Presidenta.

Foi um ero que custou caro.

sábado, 22 de abril de 2017

MST abre inscrições para o Acampamento Paulo Botelho, na Usina Galo Bravo

Integrante do MST conversa com cidadãos durante a inscrição
Fotos: Filipe Peres
O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) está com as inscrições abertas para o Acampamento Paulo Botelho, na Usina Galo Bravo, em Ribeirão Preto. Esta manhã os trabalhadores estiveram no centro da cidade panfletando e conversando com as famílias que transitavam pelo calçadão.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

MST discute a Reforma da Previdência com os seus militantes


Trabalhadora rural estuda os parâmetros de aposentadoria praticados nos países desenvolvidos

Fotos: Filipe Peres

No segundo dia de ocupação da Usina Galo Bravo, utilizando o documento "Previdência: reformar para excluir? Contribuição técnica ao debate sobre a reforma da previdência social brasileira", elaborado pelo DIEESE, pela ANFIP e pelo próprio MST como base, o MST/Região de Ribeirão Preto-SP ofereceu um curso de formação sobre a Reforma da Previdência aos seus militantes. 

ATO EM DEFESA DA LUTA PELA TERRA OCUPAÇÃO DA USINA GALO BRAVO - MST



Estimad@s companheir@s, sábado, 22, realizaremos um ato em defesa da luta pela terra, na ocupação do MST, na antiga Usina Galo Bravo.

Horário: 17h00

Local: Usina Galo Bravo, Rodovia Alexandre Balbo, km 333

Contamos com a presença de tod@s,

Direção Regional do MST - Ribeirão Preto.

LUTAR, CONSTRUIR REFORMA AGRÁRIA POPULAR!

Qual o tamanho do STF na atual conjuntura?

Para responder à pergunta do título, o leitor não terá uma régua ou qualquer parâmetro pré-estabelecido de medida. Daremos apenas alguns dados.

Sarau de 1 ano das Combativas


Grupo Teatral Porão.
Fotos: Filipe Peres


Por Juliana Devides

Na última sexta, dia 14 de abril, aconteceu a edição de comemoração de um ano de Sarau das CombAtivas, em parceria com o Cineclube Cauim.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

MST ocupa Usina Galo Bravo, em Ribeirão Preto -SP


Cerca de 150 trabalhadores e trabalhadoras do acampamento Paulo Botelho, organizado pelo MST, ocuparam a antiga Usina Galo Bravo, em Ribeirão Preto, na madrugada de hoje.

Acabou a greve!

Em assembleia, servidores votam pelo fim da greve.

Acabou a greve

Em assembleia realizada nesta quarta-feira, 19 de abril, os servidores decidiram pelo término da greve geral, em Ribeirão Preto. Com o fim do movimento vieram os seguintes números:

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Greve: No sindicato, assembleia às 18:00


Fotos: Filipe Peres
Após a deliberação da noite de terça-feira, servidores municipais se reuniram na Praça Barão do Rio Branco, em frente a Prefeitura de Ribeirão Preto.

Greve: Vamos assumir o risco juntos!


Servidores durante a assembleia que decidiu pela continuidade da greve
Fotos: Filipe Peres
Nogueira acenou com nova proposta: 4,69% no tíquete, 4,69% de reajuste salarial dividido em duas parcelas não cumulativas. A primeira em março e a segunda em setembro. Os servidores rejeitaram-na e, nesta quarta-feira, DAERP, Guarda Civil Municipal e Educação voltam para a greve e se juntam aos demais trabalhadores públicos.

terça-feira, 18 de abril de 2017

MST faz manifestação no Fórum de Ribeirão Preto e pede adjudicação da Fazenda Martinópolis

Fotos: Filipe Peres

 Neste momento, cerca de 150 trabalhadores e trabalhadoras rurais sem terra, do acampamento Alexandra Kollontai, organizado pelo MST, em Serrana, fazem manifestação no pátio do Fórum de Ribeirão Preto-SP. Os sem terra exigem a adjudicação imediata da fazenda Martinópolis, sonegadora de ICMS junto ao governo do Estado.

Greve: Justiça cancela a reconciliação

Fachada da sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto
Fotos: Filipe Peres
A conversa entre prefeitura e servidores está cada vez mais difícil. A todo momento os poderes constituídos fecham uma porta ao diálogo, uma saída de comum acordo para a greve.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

MST ocupa fazenda Martinópolis, em Serrana -SP

Foto e texto: MST

Cerca de 150 trabalhadores e trabalhadoras do acampamento Alexandra Kollontai ocuparam na tarde de hoje a fazenda Martinópolis, em Serrana, na região de Ribeirão Preto. As famílias, que lutam há 9 anos pela área, exigem a adjudicação imedita da fazenda.

MST ocupa fazenda de 300 hectares às margens da Dutra em Taubaté


Fotos e Texto: MST
Na madrugada desta segunda-feira (17), cerca de 100 famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam a Fazenda Guassahy, de 300 hectares, localizada às margens da rodovia Presidente Dutra, no município de Taubaté, região do Vale do Paraíba.

domingo, 16 de abril de 2017

O encontro com o Padre Chico e a justeza da causa! Republicando

A foto aí da ilustração mostra o Padre Chico junto do meu amigo e poeta de O Calçadão Filipe Augusto Peres. Resolvi colocar esta foto porque ela simboliza muito bem a relação que temos com o Padre Chico: confiança fraterna.

Manifesto Projeto Brasil Nação, nós assinamos!


Articulado pelo economista Luis Carlos Bresser-Pereira, a missão do Projeto Brasil Nação é pensar o Brasil, ajudar a refundar a nação brasileira, unir os brasileiros em torno das ideias de nação e desenvolvimento. O Manifesto já conta com a assinatura de centenas de artistas, intelectuais e políticos brasileiros, entre eles Chico Buarque, Raduan Nassar, Laerte, Luis Carlos Bresser-Pereira, Ciro Gomes, Wagner Moura, Eleonora de Lucena, Maria Rita Kehl e Roberto Schwarz.

Na defesa permanente da necessidade histórica da realização do projeto nacional, democrático e popular de desenvolvimento e na defesa da democracia contra a sabotagem das elites brasileiras e estrangeiras contra as esperanças e os direitos do povo brasileiro, nós do blog O Calçadão assinamos o manifesto: Ricardo Jimenez, Filipe Peres, Marcelo Botosso e Aílson Vasconcelos.

Comercial 104 anos: o último gol de Garrincha!



Olá, caros. 

Mais uma vez me desculpo pela demora em voltar a escrever neste espaço, mas sempre julgo prudente o fazê-lo em momentos mais amenos, pois amenos são os temas aqui tratados. Porém, como me parece que momentos amenos são sonhos de velho, resolvi botar minha pena em ação assim mesmo.

Outro dia fui ao aniversário do Comercial F.C., lá na Joia de concreto armado. Cheguei de mansinho, me assentei em uma das várias mesinhas lá dispostas, vi a movimentação, os jovens da torcida organizada, ouvi a bandinha do Marista, fiz uma reverência em frente à enorme foto do Piter e me retirei.

Há décadas não visitava o Palma Travassos.

O fiz pelo mesmo caminho de sempre, da época em que, moço, eu caminhava de minha casa, na rua Casimiro de Abreu, seguindo pela Henrique Dumont até a Joia, onde assisti a jogos memoráveis. Naquela época eu ainda parava na ponte do Retiro Saudoso para cumprimentar amigos pescadores que por lá ficavam ou para tomar água, vejam vocês, em uma mina ali existente..

Minha história sempre foi de alguma forma ligada ao Comercial. 

Embora possa parecer, não sou tão antigo a ponto de, infelizmente, ter chegado a ver jogos no antigo estádio da Rua Tibiriçá, nem de conhecer a famosa sede de fundação, em 1911, na rua General Osório e, muito menos, acompanhar os grandes clássicos municipais (os primeiros!!) realizados entre Comercial e Atlético Gymnasial, nos campinhos que existiam nas atuais praças Luis de Camões e 7 de Setembro. Eram os anos 1915, 1916, quando Ribeirão Preto ainda falava italiano, como sempre gosto de frisar.

Também não sou tão velho para ter acompanhado a histórica excursão ao Recife, em 1920, onde o Comercial permaneceu invicto e saiu de lá com o famoso apelido de Leão do Norte, expressão contida no hino e que motivou outro apelido: Bafo.

Mas vi, muitas vezes, o querido Bafo jogar e vencer adversários grandes da capital no estádio do Campo da Mogiana, inclusive o Santos de Pelé. Aliás, foi ali, naquele campo, com as arquibancadas de madeira construídas por Oscar de Moura Lacerda, da histórica rua 1o de Maio, na Vila Virgínia, que a história do Bafo foi resgatada após os anos de inatividade vindos da fusão com a Recreativa na crise de 1929. Também foi ali que eu, modestamente, por algum tempo, me orgulhei de compor a linha média do time amador dos Ferroviários e, por duas ou três vezes, preencher o time do Comercial nos treinos ali realizados.

Quanta história...

Que dizer do título da segunda divisão em 1958 e que inspirou a corajosa ideia de construir um estádio maior? Sonho conquistado a partir da doação do terreno por Francisco de Palma Travassos, em 1961. Que dizer do time de 1966, quarto lugar no paulista, que venceu o Palmeiras por 3 a zero no jogo que inaugurou os refletores?

Eu estava lá!!

Que dizer dos 5 a 4 contra o poderoso São Paulo em 1986 no Morumbi? Os 'menudos' do Cilinho dançaram bonito. Eu já idoso ouvi pelo rádio e chorei. O único time a enfiar cinco no Tricolor no seu estádio!

Que dizer dos tempos (que eu vivi!!) quando nós moradores da Vila Virgínia e da Vila Seixas chamávamos os da Vila Tibério de "eles". Minha mãe, senhores, moradora da Vila Virgínia, chamava os botafoguenses da Vila Tibério de "eles"!!

Quanta história...

Mas no caminho para ir à comemoração dos 104 anos, em um sábado desses passado, lembrei-me de uma das vezes mais especiais em que me dirigi à Joia. Foi num distante 23 de março de 1972, uma quinta-feira à noite. Foi um amistoso entre Comercial e Olaria, do Rio de Janeiro. Mas por que ir ao estádio ver um amistoso desses e por que foi especial? 

Porque neste dia estaria em campo aquele que ficara conhecido como a Alegria do Povo. O bicampeão mundial Mané Garrincha, o maior jogador do mundo depois de Pelé.

Sim, reconheço que Pelé foi melhor, mas Mané é Mané. Ganhou sozinho a Copa do Mundo de 1962! Simples no falar, simples no viver, complexo na arte de jogar. Anjo de pernas tortas. Mané sempre foi, para mim, um dos maiores representantes da alma do povo brasileiro.

E era a este gigante que eu estava indo reverenciar na noite de 23 de março de 1972 em um jogo no estádio do meu amado Comercial!

Mané entrou em campo com a camisa listrada azul e branco do Olaria. As cerca de 10 mil pessoas presentes ovacionaram. Eu estava na arquibancada do fundo, que nos jogos oficiais era destinada aos torcedores adversários.

Aos 38 anos, Mané estava visivelmente fora de forma, já não tinha mais um corpo de atleta e a força que sempre o consagrou em suas investidas contra os "joões", mas o Olaria, em uma boa jogada de propaganda, trouxe Mané de volta ao futebol após o mesmo ter se despedido em um jogo da seleção no Maracanã em 1970. E, com Mané vestindo as cores do clube, saíram em excursão pelo Brasil. Um dos locais escolhidos: Ribeirão Preto. Adversário: Comercial F.C.

Nada estava "combinado com os russos", como certa vez Mané perguntou para Vicente Feola. O jogo foi a sério e o Comercial saiu na frente. Mas, na metade do segundo tempo, veio um ataque pela esquerda, no gol da entrada, e, num chute forte cruzado, nosso goleiro Paschoalin deu rebote e a redonda foi parar no pé direito do gênio: gol!

Não sei o que Paschoalin pensa disso, acredito que tenha orgulho mesmo tendo sofrido o gol, mas eu me lembro que, naquele instante, chorei.

Foi o último gol da carreira de Garrincha, marcado contra o Comercial, no Estádio Palma Travassos, em 23 de março de 1972. Por razões do destino, foi a última vez que fui ao Palma Travassos ver um jogo e lembro que saí de lá com a alma em festa, pois meu time querido estava com a sua história definitivamente ligada ao maior de todos, à Alegria do Povo, a Mané Garrincha.

Foi um gol tomado, claro, mas podemos considerar quase um carinho que um gênio maior fez nas redes da Joia e na história do Comercial.

Obrigado Comercial pelos 104 anos e obrigado Mané por entrar na nossa história.

PS: no dia em que estive por lá no aniversário de 104 anos procurei mas não encontrei nenhuma placa fazendo alusão a este acontecimento histórico. O Comercial podia dar este presente ao seu torcedor, ao futebol e à memória de Garrincha instalando ali uma placa.

Meus respeitos e até a próxima.

Gusmão de Almeida.


sábado, 15 de abril de 2017

Fala, Presidenta: "A saída é a democracia!". O Histórico ciclo de palestras de Dilma nos EUA.

Foto DCM

Ao final de cada palestra, a legítima Presidenta eleita do Brasil é aplaudida de pé aos gritos de "Democracy in Brazil!".

O financiamento empresarial de campanhas é o mal que corroeu a democracia brasileira!


Ilustração: Portal Vermelho

Está ficando cada vez mais claro que o concerto político realizado nos anos 1980, chamado de Nova República, e que ficou marcado pela volta da democracia e pela elaboração da Constituição de 1988, chegou ao fim.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Temer não tem mais condições de permanecer no cargo, muito menos de liderar a retirada de direitos do povo trabalhador!

Quando este blog afirma que Michel Temer não tem mais condições de permanecer no cargo, ao qual chegou por um golpe de um impeachment sem provas, não é só pelas denúncias de corrupção vindas à tona com as delações dos odebrechts e companhia.

Na Educação e na Guarda Civil: Greve Suspensa.


Servidores acompanham com atenção assembleia do sindicato que  suspendeu, 
temporariamente, a greve para a Educação e para a Guarda Municipal.
Fotos: Filipe Peres
A nova proposta realizada pelo governo foi rejeitada por unanimidade. Entretanto, em uma assembleia tensa, com muitas falas, numa votação apertada, literalmente com a intenção de cumprir a liminar imposta pela justiça, a partir de segunda-feira, a greve na Educação e na Guarda-Civil está, temporariamente, suspensa. Guardas municipais e professores deverão ter, pelo menos, 80% de seus profissionais efetivos trabalhando.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Nova proposta do governo!

Servidores participaram de ato em frente a Secretaria Municipal de Sáude
Fotos: Filipe Peres
O governo apresentou uma proposta de manter os 4,69% parceladamente. Entretanto, anteciparia uma parcela de 1,56% de outubro para setembro e a outra de 1,56% de janeiro para dezembro, além da reposição dos dias parados sem desconto.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Servidores ocuparam o lado externo da SME!


Servidores ocupam a área externa da SME
Fotos: Filipe Peres

Nesta manhã, os servidores ocuparam o lado de fora da SME (Secretaria Municipal da Educação). Lá, reivindicaram a aplicação do Plano Municipal de Educação que deveria estar em vigência desde 2016: “Toda a nossa luta sobre condições de trabalho está dentro deste Plano Municipal: são as condições de trabalhos, os plano de carreira, a formação dos profissionais... a questão das verbas, a gestão democrática. Precisamos acabar com essa questão dos diretores serem indicados politicamente”, o professor Danilo Valentim, da APROFERP.

Entre Roma e Ribeirão


Foto: Paulo Honório
Enquanto em Ribeirão a preocupação social é limpar a cidade e reprimir a população de rua em Roma começou a funcionar a “Lavanderia do Papa Francisco”: um serviço oferecido gratuitamente às pessoas pobres, especialmente moradores de rua, para que possam lavar, enxugar e passar suas roupas e lençóis.

Para Francisco “Querer estar perto de Cristo exige fazer-se próximo dos irmãos, porque nada é mais agradável ao Pai do que um sinal concreto de misericórdia.”

A Lavanderia é uma forma concreta de caridade, para restituir dignidade a estes nossos irmãos e irmãs. A estrutura possui seis máquinas de lavar e de secar, com seis ferros de última geração.
O “Centro” já oferece, há mais de dez anos, acolhimento e assistência aos pobres e nos próximos meses terá ainda duchas, barbeiro, armários, ambulatório médico e distribuição de bens de primeira necessidade.

Aqui o novo presidente da ACI disse que a prioridade é revitalizar o centro da cidade e resolver o “problema”. Muita gente desocupada, o centro coalhado de ambulante “isso ai teria que acabar”.
Na câmara, vereador propõe uma lei para "controlar" os moradores de rua.  “Hoje, a banalização deste tipo de situação promove a vadiagem", afirmou o vereador.

Cada um que escolha o seu lado da história!

Negociação exemplar - Ilustração de Arnaldo Junior

Arnaldo Junior


Arnaldo Junior
Arnaldo Junior

Não é só salário! Vídeo desmascara argumento dos 13% de Nogueira!

Cozinheira protesta em assembleia dos servidores
Fotos: Filipe Peres
O dia

Como adiantado no final da tarde, não veio proposta da prefeitura. A comissão de greve se reuniu nesta terça-feira com representantes do governo  para ouvir destes que não haveria uma vírgula de mudança.