quarta-feira, 1 de março de 2017

Sem ajuda pública, Carnagay Ribeirão mais uma vez dá um show no Morro de São Bento!

Fotos Filipe Peres

O carnaval de Ribeirão Preto vive uma crise. Os desfiles tradicionais não aconteceram e alguns blocos que vinham saindo todos os anos este ano não foram para a rua. Mas, pelo segundo ano consecutivo o blog O Calçadão esteve cobrindo a festa do 8o Carnagay em Ribeirão Preto.


Este ano a ONG Arco Íris conseguiu colocar o evento de novo na rua apesar de não ter tido nenhum apoio do poder público. "Não recebemos apoio algum da Prefeitura, nem mesmo banheiro químico. O evento correu o risco de não acontecer, mas com muita luta a comunidade LGBTT da cidade dá o exemplo e contribui para o carnaval popular, o carnaval de rua de Ribeirão", afirmou Fábio Jesus Presidente da Ong Arco Íris.


 A festa saiu graças às parcerias que rolaram nos últimos dias que antecederam ao carnaval. "A estrutura de som e o trabalho dos DJ's foi uma parceria com a Boate Plano B e os serviços de comidas e bebidas ficaram por conta da parceria com food trucks que estão dispostos em volta do evento", disse ao blog Alê Cooper, da organização do evento.

Juventude de luta, presente!

O blog chegou no evento por volta das 16h e encontrou a festa bombando com mais de 2 mil pessoas de todas as tribos, mostrando que o Carnagay é um evento com a cara do carnaval de rua que, apesar de ter regredido na cidade, cresce em todo o Brasil: a cara da diversidade.


"Eu vim pro Carnagay, mas teria o maior prazer em ir em qualquer bloco na cidade se isso fosse possível, pena que as opções diminuíram", lamentou um dos foliões.

O som rolando, todos curtindo a festa com uma resolução: querem estar novamente na rua em 2018. E, para não ficar fora do hit desse verão, gritaram: Fora, Temer!

O evento contou com a presença da deputada estadual Márcia Lia (PT-SP) sempre presente nas lutas dos movimentos populares do Estado de São Paulo.

Blog O Calçadão



















Um comentário:

  1. Diante da falta de apoio do poder público para a realização do carnagay só não deu p/ engolir o discurso da primeira dama de Ribeirão Preto e a reprimenda do apresentador do evento à algumas pessoas que vaiaram a presença dela.Quando um grupo composto majoritariamente por LGBTs,NEGROS E POBRES ocupa um espaço público isso é SIM um ato político e não pode acontecer em vão.Apesar dos pesares o evento estava ÓTIMO,TOMBADOR!!!Que eventos voltados p / a população LGBT aconteçam mais e mais.

    ResponderExcluir