sexta-feira, 31 de março de 2017

"A greve reflete a insatisfação dos servidores de Ribeirão Preto!"



Fotos: Filipe Peres
O primeiro dia de greve foi muito positivo para os trabalhadores. Houve uma adesão de 82% de toda a classe e, após marcharem em direção ao Palácio Rio Branco durante a manhã e, lá, pressionarem o prefeito, os servidores municipais lotaram a Câmara ontem à noite, em Ribeirão Preto:  "Em função do governo municipal oferecer um reajuste salarial 0... Também, a nova gestão retirou alguns direitos dos trabalhadores. Como esta relação é uma relação de conflito, esperamos que o governo possa nos chamar e dialogar para acharmos uma solução para esse impasse", afirmou Laerte Carlos Augusto, presidente do sindicato.

Laerte Carlos Augusto, presidente do Sindicato.
Perguntado sobre a multa aplicada pela liminar emitida pela juíza que multa o trabalhador em R$10,000/dia, o presidente Laerte demonstrou a indignação da classe perante o ocorrido: "Estamos pedindo uma reconsideração em relação a essa liminar. Acreditamos no sucesso em relação a isso até porque é importante que os trabalhadores, também, possam participar do movimento. Sempre houve paralisação nas greves do DAERP e sempre se respeitou aquilo que diz a legislação, ou seja, serviços essenciais nunca pararam. Os trabalhadores têm muita consciência sobre esse processo"

Hoje, às 9h00, trabalhadores se concentrarão em frente à Prefeitura para tentar, mais uma vez, o diálogo com a prefeitura. No final do tarde haverá o ato unificado contra a Reforma da Previdência na Esplanada do Pedro II. 

Mais fotos:








Nenhum comentário:

Postar um comentário