terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Cassiano Figueiredo é o novo integrante do blog O Calçadão! E as novidades não param!

O jovem estudante de direito e militante do movimento estudantil Cassiano Figueiredo é o mais novo integrante da equipe do blog O Calçadão.

Aproveitamos a folia de Momo para fazer o convite que foi prontamente aceito pelo Cassiano.

Cassiano vai falar de juventude, de movimento negro, de luta popular. E já entra com uma missão especial: cobrir pelo blog o Congresso da UNE em junho!

E vem mais novidade por aí: vamos realizar este ano nosso primeiro documentário, cujo tema trataremos em breve aqui no blog.

Outra novidade é o programa de entrevista mensal chamado Papo no Calçadão, que vai trocar ideia com as principais personalidades da luta popular de Ribeirão Preto e do Brasil.

2017 será mais uma vez um ano de luta e de crescimento para o blog, faremos um esforço para fortalecer nossa produção de conteúdo e atingir cada vez mais leitores e internautas nas redes sociais e no nosso canal no Youtube: O Calçadão Blog.

Assim como aconteceu com nosso companheiro Marcos Sérgio, que já tem trazido as novidades dos bairros e comunidades do entorno do aeroporto, desejamos sucesso ao Cassiano. Seja muito bem-vindo, companheiro.

Equipe O Calçadão

Eleição 2018: não é apenas Lula que corre risco, a própria eleição é uma incógnita!

Neste domingo, os dois principais jornais de São Paulo deram o tom: Lula não pode ser candidato em 2018!

Um deles, inclusive, mostrando toda a sua contrariedade com a democracia, chega a rosnar ao comentar a liderança de Lula em todas as pesquisas: "será que os brasileiros não aprenderam a lição?".

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

É pela vida das mulheres!




POR CLÁUDIA BENEDETTI


Dia 8 de março é dia de luta! A data este ano promete ser histórica, pois inspirada na grande mobilização Argentina (“ni una a menos”) e na Marcha das mulheres em Washington (um dia após a posse de Donald Trump), foi convocada uma Greve Internacional de Mulheres.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Chega de golpe, chega de Temer! É hora de unidade pela democracia!

Estamos vivendo um momento de ruptura na ordem democrática a partir de um golpe de um impeachment sem provas que cassou 54 milhões de votos e uma Presidente honesta para colocar no lugar as forças do atraso, defensoras dos grandes interesses do capital e defensoras da manutenção do velho coronelismo corrupto, já histórico no Brasil.

Wadih Damous faz a melhor análise do nosso ex- 'Chanceler': Serra é uma bolinha de papel!

O deputado federal Wadih Damous, do PT do Rio de Janeiro, faz a melhor análise sobre a vergonhosa e desastrosa passagem de Serra pelo Itamarati.

Wadih Damous
Faz parte do consenso civilizatório o respeito ao sofrimento alheio. Ainda que a turba raivosa, que tomou conta das ruas, vomitou indignação e exigiu a deposição da Presidenta Dilma Rousseff, não tenha seguido essa regra e as redes sociais tenham virado parques de diversões de ensandecidos a desancarem sobre o luto de Lula, devemos nos compadecer da suposta indisposição de José Serra, que, pelo que contam as colunas entendidas da imprensa comercial, fartou-se de ser chanceler.

Sob comando tucano, entrega do pré sal e extinção do conteúdo nacional é uma traição a 54 milhões de votos!

Com o entorno de Michel Temer sendo abatido dia a dia cada vez que uma nova denúncia de corrupção vem à tona, o desgoverno vai cada vez mais ficando sob o controle do PSDB ligado a Aécio Neves e ligado aos ditames do capital internacional.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

MST ocupa fazenda Martinópolis, em Serrana, e exige a destinação para a reforma agrária!

Cerca de 200 famílias do acampamento Alexandra Kollontai, do MST, ocuparam nesse sábado a fazenda Martinópolis em Serrana/SP.

"Há nove anos o acampamento aguarda a decisão judicial de um processo de execução fiscal de mais de 30 anos. As famílias exigem a adjudicação e a destinação da área para a reforma agrária", afirmou ao blog uma das lideranças.

Lutar contra as reformas e os corruptos que as aplicam




POR ESTEVAN CAMPOS

Sigo achando um erro de parte (grande) da esquerda criticar a luta contra a corrupção, Também acho um "tiro no pé" a simples adjetivação dos que foram às ruas nos "Fora, Dilma" como coxinhas, fascistas e etc (não vejo onde essa adjetivação pode levar).

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Ocupação na Paulista resulta em conversa com Ministro das Cidades



22/02/2017 19h53Brasília

Ivan Richard Esposito - Repórter da Agência Brasil

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, recebeu hoje (21), pela primeira vez, representantes de movimentos sociais e entidades sindicais do campo e da cidade. No encontro - que ocorre num momento em que fortes protestos pelo direito â moradia acontecem em várias cidades do país, especialmente emSão Paulo e Recife -, as entidades reivindicaram a volta das contratações de casas do programa Minha Casa, Minha Vida, e o ministro ressaltou a ampliação do número de unidades do programa para famílias com menor renda.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

A deterioração da ética pública na era Temer

Jota A - Jornal O Dia - Charge
por Eugênio Aragão
Na disputa da vaga aberta no STF pela aposentadoria de Carlos Aires Brito, despontou como "candidato" com maiores chances à indicação presidencial o Prof. Heleno Torres. Chegou a ser recebido pela Presidenta Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, que, segundo se fez circular, batera o martelo em seu favor, mas lhe pedira absoluta discrição enquanto não houvesse anúncio oficial do nome. Heleno, porém, com forte apadrinhamento no STF e no governo, não honrou o pedido da Presidenta. Almoçando em elegante restaurante dos Jardins em São Paulo, na companhia do então Advogado-Geral da União, Luis Inácio Adams, deu com os dentes na língua e falou pelos cotovelos, a comemorar antecipadamente a indicação. Presenciado por gente da imprensa, o fato espalhou-se como fogo de palha e gerou enorme constrangimento para a Presidenta e o próprio "candidato". O resultado não tardou: Heleno Torres tornou-se, talvez, o primeiro caso de martelo "desbatido" na história das supremas indicações. Tentou desesperadamente contato com a Presidenta para se justificar, sem sucesso. Dilma não atendeu. A deslealdade não merecia tratamento diverso.
É oportuno lembrar esse episódio no atual momento político, no qual o Sr. Alexandre de Moraes se encontra em maratona de lobby para fazer seu nome ser aprovado pelo Senado Federal. Na sua extrema ambição pessoal, o atual "candidato" não difere muito de Heleno Torres. Mas os tempos são outros.

O Brasil e a democracia precisam de Lula como resgate de um ponto de equilíbrio!


Por Wadih Damous no blog do Marcelo Auler

O estado de degradação moral, de corrompimento institucional e de dissolução social do Brasil, com destruição de ativos estratégicos em escala nunca dantes vista, é consequência da ruptura do consenso político construído após a ditadura militar e consolidado com a Constituição de 1988. A ruptura se deu num processo iniciado com o chamado caso do "mensalão" e se completou com a destituição da Presidenta Dilma Rousseff. Para rasgar o voto de 54 milhões de eleitores, recorreu-se fraudulentamente ao instituto constitucional do impedimento. Armaram-se os golpistas com uma maioria de ocasião no parlamento, cevada com recursos públicos desviados por Eduardo Cunha e sua organização de trombadinhas espalhados por partidos sem conteúdo programático nem militância espontânea. O impedimento foi dinamizado pelos perdedores das eleições de 2014 e só logrou ser bem-sucedido graças à omissão imprópria do Ministério Público e do Judiciário.

Moraes é a marca da era Temer no STF até 2043!

Não há nenhuma dúvida para quem tem o mínimo de conhecimento político de que este período que se iniciou a partir do golpe do impeachment passará para a história como um período de arrepio da democracia, onde um conluio midiático-policialesco-político tomou o Estado brasileiro de assalto para reaplicar no país uma brutal agenda neoliberal.

Desgoverno Temer exige o sangue dos servidores e o patrimônio público para ajudar os Estados!

O governo que assumiu o poder após o golpe do impeachment, ou seja, um governo sem voto e, portanto, ilegítimo porque é montado em uma aliança entre um grupo traidor (PMDB) e um grupo derrotado (PSDB), quer sugar o sangue dos servidores e alienar o patrimônio público para ajudar os Estados em dificuldade.

Do Rio de Janeiro exigiu a venda da Companhia Estadual de Água. De Minas Gerais, quer exigir a venda da CEMIG. Para todos, o desgoverno quer cancelar concursos públicos, congelar salários e aumentar a contribuição previdenciária.

Movimentos fazem manifestação no Ministério das Cidades por moradia digna


Fotos: Juscilene

Os movimentos sociais e entidades sindicais do campo e da cidade em defesa da moradia digna e da continuidade do Programa Minha Casa Minha Vida fazem manifestação  na manhã desta terça-feira 21.02, no Ministério das Cidades, em Brasilia. 

domingo, 19 de fevereiro de 2017

O DAERP pode ser privatizado? Superintendente é convocado a se explicar na Câmara!

Foto: Prefeitura de RP

Nessa semana foi aprovado o projeto de resolução número 08 de 2017 convocando o Superintendente do DAERP Afonso Reis Duarte a dar explicações ao Legislativo Municipal sobre a autarquia.

Fórum de Movimentos Populares completa 1 ano e projeta 2017 de lutas!

Fotos Filipe Peres
O blog O Calçadão esteve na manhã deste sábado, 18/02, realizando a cobertura de mais um plenária do Fórum Permanente de Movimentos Populares de Ribeirão Preto. Foi a primeira plenária de 2017 e também um ato de comemoração de 1 ano de existência.

Da Comissão Executiva do Fórum (Facebook)

1 Ano de Existência!

Na manhã deste sábado, 18 de fevereiro, o Fórum Permanente de Movimentos Populares de Ribeirão Preto realizou sua primeira plenária de 2017, em comemoração ao primeiro ano de sua existência e projetando o ano de 2017.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Dez Passos do Golpe


Romero Jucá: "É preciso estancar a sangria"


POR ÁLVARO MAIA

Recordar é viver, mas é preciso acompanhar. Muitos brasileiros já se esqueceram da famosa gravação de Romero Jucá. Talvez seja a hora de recuperar o principal da informação.
Em maio de 2016, veio a público a gravação da conversa entre Romero Jucá e Sérgio Machado (para ouvir ou ler todo o conteúdo, ponham no Google: romero juca gravacao). Tanscrevemos aqui, da Folha de S. Paulo, de 26/5/2016, uma parte da conversa que sintetiza o caso:

O teto caiu


                                                                                                Foto: Filipe Peres


Por Cassiano Figueiredo


Olívio Dutra, uma figura importante no debate da reorganização do campo da esquerda, na minha opinião, disse em relação ao partido dele em um debate dentro do Partido que "o teto da casa caiu".


Movimento por Moradia dialoga com a Prefeitura tentando evitar as reintegrações de posse!

O fantasma das desapropriações volta a assombrar famílias assistidas pelo Movimento Livre

Fonte: Movimento Livre Nova Ribeirão

Uma das maiores angustias da população de Ribeirão Preto é a falta de moradia para as famílias mais carentes, aquelas que não se encaixam nos critérios de mercado.

Comissão de Estudos sobre o entorno do aeroporto divulga relatório final. Por Marcos Sérgio

No ano passado uma mobilização dos moradores do entorno do aeroporto Leite Lopes pressionou  Câmara de Vereadores para a abertura de uma Comissão Especial de Estudos sobre o uso e ocupação do solo da região.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Atacante contra Lula, Moro vira zagueiro no time de Temer. Corrupção dominando e economia desaba!


O jogo é muito simples de ser analisado.

Lula, com 85% de aprovação popular, realiza o maior processo de nacionalização do petróleo dos últimos 50 anos, criando o modelo de partilha do pré sal e a política de conteúdo nacional na criação de uma completa cadeia produtiva envolvendo o setor científico, tecnológico e industrial.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Votação na câmara municipal: cerceamento de direito, confusão e aprovação de decreto

                                                                                                 Fotos: Filipe Peres

POR SANDRO CUNHA (PROFESSOR SANDRÃO)


Nessa terça-feira, dia 14/02/2017, os servidores municipais de Ribeirão Preto foram cerceados no seu direito legítimo e constitucional de assistir a sessão da câmara, onde foi votado o decreto legislativo de autoria do vereador Orlando Pessoti, que garantia a volta da data de pagamento para o último dia útil do mês, como tem sido há 30 anos nessa cidade, até a posse do novo prefeito Duarte Nogueira, que com sua arrogância absolutista, acredita que pode governar a cidade com decretos, passando por cima do legislativo e elegendo os servidores como os vilões da crise em que nossa cidade se encontra.

Servidores e Câmara impõem nova derrota a Nogueira

                                                                                               Fotos: Filipe Peres

A fala do servidor municipal Caio Cristiano já antecipou o que seria o início da noite de terça-feira, 14 de fevereiro:"Hoje, os servidores convocaram a categoria para apoiar a aprovação de um projeto de decreto legislativo que visa derrubar o projeto do governo que alterou a data de pagamento dos servidores para o quinto dia útil do mês subsequente. Tradicionalmente, nós recebemos esse salário no último dia útil. Esta mudança foi muito radical do governo, sem dialogar com a categoria. Deveria ser feita, no mínimo, uma proposta à categoria, na data base, para ver se esta aceita ou não. O governo diz que não é por problema de caixa do município, mas porque ele achou melhor. Então, hoje, é provável que centenas de servidores estejam aqui para dizer que não vão aceitar nenhum direito a menos!" Foi com este ímpeto que os servidores lotaram a Câmara Municipal e impuseram nova derrota ao Prefeito Duarte Nogueira (PSDB).

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Carnaval e Feminismo

Fotos: Sarau As Combativas


Por Cristina Perin

Há um ano o Catraca Livre fez uma pesquisa para uma contribuição na Campanha Sem Assédio. O resultado da pesquisa foi que 61% dos homens acreditam que a mulher que se encontra solteira e decide participar de algum bloco de carnaval não pode se manifestar contra as possíveis cantadas de alguns homens, e os outros 49% disseram que carnaval não é lugar para mulher ‘direita’. 

domingo, 12 de fevereiro de 2017

UMM realiza grande planejamento e reforça a luta por moradia

Fotos: Juscilene.

Nos dias 11 e 12 de fevereiro aconteceu o planejamento da União dos Movimentos de Moradia da grande são Paulo e interior.

O planejamento contou com Gilberto Cervinski (MAB) e Francisco , Comaru UABC , Vera Lúcia (UMM) e Sidnei (UNMP).











sábado, 11 de fevereiro de 2017

A vida dura de Nogueira no início de mandato: oposição do legislativo e reclamações nos bairros!

Foto: Érico Andrade - G1

Em primeiro lugar é preciso deixar claro que a posição de qualquer Prefeito hoje em dia é delicada. Gerir uma administração municipal em tempos de crise generalizada e estrangulamento dos orçamentos públicos não dá vida fácil para ninguém.

Fórum dos Movimentos Populares de RP completa 1 ano e realiza primeira plenária de 2017!



O Fórum Permanente dos Movimentos Populares de Ribeirão Preto, fundado em fevereiro de 2016 por 26 entidades do movimento popular (hoje são 42 entidades), completa 1 ano e realiza sua primeira plenária de 2017.

Movimento Livre Nova Ribeirão anuncia: "Reorganizar para concretizar projetos!"


Um dos movimentos por moradia mais organizados e atuantes de Ribeirão Preto, o Movimento Livre Nova Ribeirão publicou em seu blog os seus planos de atuação para 2017: 

"Estamos negociando com a Prefeitura o andamento de projetos para atender a faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, atendendo a população de baixa renda da cidade, e recebemos do Prefeito Nogueira o compromisso de empenho nessa demanda", informou o líder do movimento Marcelo Batista.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Imperdível artigo de Nassif sobre o golpe que está destruindo o país!




Luis Nassif   http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-formula-temer-gilmar-para-a-lava-jato

Peça 1 – a descriminalização do caixa 2

O GGN foi o primeiro órgão de mídia a antecipar a estratégia política em relação a Lava Jato: a separação dos pagamentos em financiamento eleitoral via Caixa 2 e a propina propriamente dita (o pagamento em troca de um retorno objetivo, em geral percentual sobre obras públicas). A estratégia consistiria em descriminalizar o caixa 2 no segundo tempo do jogo.
O primeiro tempo foi o da destruição do PT e da destituição da presidente da República. O segundo tempo seria o do PSDB e demais autoridades com prerrogativa de foro.
1.     O caminho que está sendo montado é o de descriminalizar o caixa 2 sem permitir a retroatividade, para não beneficiar os réus do PT e os processos em andamento.
2.     Bloquear as delações que possam incriminar lideranças do PSDB nos esquemas de propinas.
3.     Montar uma estratégia de convencimento da opinião pública.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Até quando o Brasil vai suportar o escárnio do desgoverno Temer?

A pergunta do título não é destinada aos batedores de panelas, pois sabemos bem que os batedores de panelas lutaram com todas as forças para que o desgoverno Temer existisse, em parceria com os tucanos e com a mídia, os líderes e formuladores das 'micaretas coxinhas'.

A pergunta é destinada ao Brasil que trabalha, que pensa, que produz, que luta, que vive o dia a dia de uma vida de dureza e honestidade.

O escárnio é muito grande para ser tolerado!

Danielle Morais e o feminismo na França


Conheçam o programa Conexão Feminista. Por meio de Hangouts, duas amigas,  Renata Senlle (São Paulo) e Heloisa Righetto (Londres) discutem quinzenalmente o feminismo, abordando diversos temas relacionados a essa causa, transmitidos ao vivo de seu canal no YouTube.