sábado, 30 de janeiro de 2016

Enquanto a moçada ocupava escolas, o Aspone desviava da merenda?


Em novembro do ano passado escrevemos neste blog um artigo chamado Aspone do PSDB afirma que Dom Odilo assessora Alckmin na opressão aos estudanteshttp://www.ocalcadao.blogspot.com.br/2015/11/aspone-do-psdb-afirma-que-dom-odilo.html. Ali estava a figura conhecida no meio educacional de São Paulo, o pitbul de Alckmin, Fernando Padula. Sempre disposto a comprar briga em defesa da 'política'educacional tucana.

Naquele momento, o Aspone era gravado pelos Jornalistas Livres ensinando algumas dirigentes de ensino a 'partirem pra cima' dos estudantes que ocupavam escola. "Vamos espalhar que é um movimento político, petista, que eles querem é desviar o foco do impeachment", ensinava.

Tudo bem, Padula, o Aspone, sempre foi assim, não se furtando a descer ao nível de 'bater boca' em redes sociais com professores, sempre defendendo o império tucano paulista. Mas corrupção? Aí é demais.

Segundo dados que estão sendo investigados pela Operação Alba Branca, da Polícia Civil, Padula era, ao lado de Luiz Roberto dos Santos, o Moita, Chefe de Gabinete da Casa Civil do governo tucano, o pivô do esquema que desviava grana da merenda escolar!

Como pode? Então o conhecido pitbul tucano dentro da SEE agia junto com um bando de pilantras e alguns conhecidos políticos paulistas, também citados na operação, como Fernando Capez, Baleia Rossi e Duarte Nogueira desviando dinheiro da merenda?

Então quer dizer que enquanto a meninada ocupava escola e sofria uma série de assédios e boatos espalhados pela mídia amiga tucana de que estavam a serviço do PT e depredando as escolas, quem na verdade depredava a merenda era a turma do Aspone?

O blog O Calçadão não fará julgamento prévio, como faz a mídia tradicional contra Lula e o PT, por exemplo. Apenas esperamos que as investigações prossigam com liberdade e transparência.

Mas não contribui para a apuração da verdade a tentativa patética do Governador Alckmin de tentar jogar a culpa no colo da Dilma. Ridículo!

Fico triste pelo Cardeal Odilo, que deveria vir a público pedir desculpas aos estudantes paulistas caso se comprovem as acusações da Operação Alba Branca. Deveria dizer obrigado a eles por defenderem a escola pública contra seus verdadeiros inimigos. E também a mídia tradicional deveria pedir desculpas ao povo, por fazer um jornalismo tendencioso, escondendo os escândalos de corrupção que não a interessam.

Ricardo Jimenez

Nenhum comentário:

Postar um comentário