domingo, 17 de janeiro de 2016

A direita acena: Duarte Nogueira sinaliza candidatura. O jogo começou!


Duarte Nogueira é isso, um político tucano e aliado de Geraldo Alckimin. É Deputado Federal eleito mas atualmente exerce o cargo de Secretário de Transportes do governo de São Paulo. Nessa última quinta-feira, em entrevista ao jornal A Cidade, Nogueirinha fez sinalizações claras sobre sua futura candidatura à Prefeitura de Ribeirão Preto.

Após passar por mandatos de Deputado Estadual e Federal, sempre com campanhas caras e sustentadas na capilaridade com pequenas prefeituras do interior, Duarte Nogueira talvez nunca tenha tido tamanho favoritismo como tem agora, na atual circunstância política de Ribeirão Preto.

Dizem à boca pequena, isso antes do PSDB paulista entrar em implosão, que Nogueirinha era a aposta tucana para o Palácio dos Bandeirantes, mas, antes, por conselho do líder Alckmin, Nogueira deve mostrar força em sua própria terra antes de alçar voo tão alto.

Eis que Nogueira parece querer enfrentar o trauma que o persegue de ser sempre derrotado ao Rio Branco, duas vezes por Palocci e uma vez por Dárcy Vera. E dessa vez vem como favorito, embalado pelo resultado eleitoral do segundo turno de 2014 em Ribeirão Preto: Aécio 218 mil contra 94 mil de Dilma.

A movimentação de Nogueira sinaliza uma das duas candidaturas de direita já esperadas na cidade. Sobre outra o blog O Calçadão vai aguardar maiores movimentações antes de dar opinião à respeito. Mas espera-se que a direita seja a favorita em Ribeirão Preto, porque aqui o ambiente pró-golpe é forte.

Por aqui tivemos as maiores manifestações pró-impeachment do Brasil para cidades do mesmo porte. Em Ribeirão as forças políticas de direita, como as lideranças do PSDB local, desfilaram no meio da massa entre 40 mil pessoas, segundo dizem, nas manifestações de março e agosto.

Por aqui, xingar a Dilma, o Lula, o PT, fazer programa de rádio e televisão com a postura de um revoltado online gera popularidade imediata.

Esta é a característica que se espera da eleição e já escrevemos sobre isso aqui.

Mas Nogueira na entrevista da última quinta tocou na questão de propostas. Claro que não dá para debater propostas com tão pouco tempo e tão pouco conteúdo apresentado, mas dá para falar algumas coisas.

Nogueira diz que o PSDB local já está trabalhando em um programa de governo com '14 diretrizes'. E fala: "Governar é escolher. A primeira coisa que se faz é cuidar bem das pessoas, com saúde, educação de qualidade, lixo coletado, mato roçado e buraco tapado".

Na pequena frase há duas coisas que podem ser destacadas.

'Cuidar das pessoas' é uma frase típica da política tradicional, que vai da direita à esquerda. O político 'paizão' que recebe o mandato para tomar conta de tudo. O blog O Calçadão, à essa altura da nossa história política, tomará a liberdade de não acreditar em nenhum programa de governo que não tenha no seu centro, na sua prioridade, o conceito de gestão democrática, de participação direta da população na elaboração, execução e fiscalização das políticas públicas. Imaginar Ribeirão Preto no futuro sem um orçamento participativo, sem uma descentralização da Administração Pública e sem o fortalecimento dos conselhos populares e outras ferramentas de participação direta é imaginar uma Ribeirão Preto parada no tempo, em um retrocesso conservador.

'Lixo coletado, mato roçado e buraco tapado' faz referência à principal dificuldade de uma Prefeitura que opera em déficit fiscal há mais de uma década. Essa frase, que busca fazer uma crítica à mal avaliada administração Dárcy Vera (outro lugar comum aguardado para a eleição vindoura), poderia muita bem ser feita a Gasparini em 2008. Ela soa oportunista e não toca na questão central.

A questão do bom funcionamento de uma administração nesses quesitos mencionados por Nogueira passa por um debate tributário profundo. A pergunta é: quem pagará a conta do financiamento da infraestrutura da Prefeitura? A Lei do Saneamento Básico, por exemplo, espera na fila na Câmara justamente porque para aprová-la é preciso implementar uma tarifa do lixo, e aí? Como fica o discurso populista da direita com esse debate pela frente?

A frase clássica e populista da direita: 'não aceito aumento de impostos', é falsa e perversa. Para construirmos uma administração pública eficiente a pergunta é: 'como tornar o sistema tributário mais justo, onde quem tem mais paga mais?'. Será a direita capaz de enfrentar esse debate?

Enfim, esse é só o começo do jogo eleitoral e o blog O Calçadão estará acompanhando de perto tudo isso, com artigos e vídeos. Acreditamos que Ribeirão Preto precisa de um projeto que seja debatido da periferia para o centro, envolvendo o movimento popular, aqueles que pegam ônibus, os jovens, as mulheres, os negros, os pensadores. Acreditamos em um projeto de cidade inclusiva e com gestão democrática efetiva. É sob esse prisma que iremos analisar as propostas da eleição deste ano.

Somos um blog que empunha um pensamento de esquerda e progressista, portanto, não esperamos que um programa de governo que contemple a nossa visão de mundo venha da direita, pois não virá. Esperamos, sim, que lideranças de esquerda e progressistas se apresentem e tenham capacidade de dialogar com o movimento popular e empunhar as suas bandeiras e que liderem um programa de governo para o futuro, que rompa paradigmas, clichês e posturas clientelistas clássicas.

O jogo político começou.

Ricardo Jimenez





Um comentário:

  1. Acredito que a direita retorne com o velho jargão paternalista, se elegem pelos pobres com um discurso paternalista mas governam para os ricos. O modelo de governo desses grupos não agregam bens a sociedade sendo elitistas, conservadores e concentradores.

    ResponderExcluir